terça-feira, 19 de junho de 2018

Sem voto, Davidson terá que ser suplente de Angelo Coronel ao Senado

O PCdoB pode até ter boicotado a festa de confraternização pelo São João do governador Rui Costa (PT), ontem, no Palácio de Ondina, mas não terá como escapar da indicação do deputado federal Davidson Magalhães para suplente do candidato a senador Angelo Coronel (PSD). 

Davidson cria resistência porque gostaria de ocupar a suplência do ex-governador Jaques Wagner, o qual, uma vez eleito, pode eventualmente deixar o posto para assumir, por exemplo, um ministério, abrindo espaço para que o comunista tome posse como senador. 

O problema é que, com dificuldades para se reeleger, Davidson não pode esticar muito a corda pelo risco, inclusive, de ser excluído da suplência. A posição de suplente de Wagner caberá ao deputado federal Bebeto, do PSB, cujos votos serão dirigidos à campanha da senadora Lídice da Mata à Câmara dos Deputados. Com Informações do Politica Livre

Nenhum comentário:

Postar um comentário