sexta-feira, 6 de julho de 2018

“A eleição de 2014 foi uma fraude”, diz Marina Silva

METRÓPOLES, por Larissa Rodrigues - “As últimas eleições foram uma fraude. Pela mentira, violência, pelo abuso do poder econômico e uso de caixa 2”, afirmou a pré-candidata da Rede Sustentabilidade ao Planalto, Marina Silva, em entrevista ao Metrópoles. A presidenciável foi sabatinada pela diretora de Redação, Lilian Tahan, e pelo colunista Caio Barbieri. 

Ocupando, mais uma vez, as primeiras posições na corrida presidencial, Marina ainda não fez grandes acordos partidários que poderiam garantir um maior tempo durante a propaganda eleitoral obrigatória nas TVs e rádios. “É uma postura política, porque nossas alianças não serão apenas para ter tempo de TV e estrutura de palanque. A grande aliança que se precisa fazer é com a sociedade brasileira, só a sociedade pode fazer as mudanças que o Brasil precisa”, afirmou. 

A pré-candidata da Rede tentou, ainda, mostrar-se como uma nova opção para o eleitor brasileiro. “O voto não pertence a mim, ao Lula ou ao Bolsonaro, o voto é do cidadão. Vou lutar para convencer a população de que um novo alinhamento político precisa acontecer. Lutar para que os cidadãos compreendam que quem criou o problema não é quem vai resolver”, completou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário