sexta-feira, 21 de junho de 2019

Augusto Heleno: ‘É triste ver Moro interrogado por recordistas de processos’

DA JOVEM PAN - O ministro do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, afirmou nesta sexta-feira (21), em entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan, que fica “muito triste” ao ver o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, ser interrogado por “camaradas que são recordistas de processos”. Moro foi ouvido pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado na última quarta-feira (19) sobre a troca de mensagens atribuída a ele e a procuradores da Operação Lava Jato.

“Isso deixa a gente muito triste e passa uma mensagem para os jovens que olham e pensam: o Sergio Moro é o réu e esse camarada são os exemplos que temos que seguir”, disse o ministro. “Nós temos que roubar, nos cercar de bons advogados para mostrar que não somos tão bandidos quanto pensam”, continuou. “Eu fico revoltado com essa coisa, eu acho que é uma algo muito triste.”

Na opinião do general Augusto Heleno, chega a ser “ridículo” Moro ser acusado de ter manipulado depoimentos e de ter orientado procuradores. “A gente vê jantares de procuradores com membros do Supremo Tribunal Federal. Essa é uma atividade absolutamente normal, de gente civilizada que trabalha no mesmo ramo de atividade”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário