segunda-feira, 31 de dezembro de 2018

Servidor Público de Ilhéus ligado a Kadu, usa ambulância do Samu para passeio

Enquanto a população de Ilhéus e turistas que visitam a cidade neste período de fim de ano sofrem por falta de amparo emergencial, um funcionário da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Ilhéus, que é ligado ao ex-candidato a prefeito de Coaraci, Kadu Castro (PCdoB) vem a Coaraci visitar familiares e tenta esconder a ambulância do Samu, fora da cidade, no posto de gasolina Atalaia 2.

Um internauta flagrou na manhã desta segunda-feira (31), a ambulância do Samu de Ilhéus estacionada no posto Atalaia no intuito de esconder o uso de carro oficial para finalidade particular, caracterizando um crime de peculato. Vale lembrar que o Diário Oficial de Ilhéus publicou no dia 11 de maio, a nomeação de Kadu para o cargo de superintendente do Fundo Municipal de Saúde. Ainda em maio, o Conselho Municipal de Saúde de Ilhéus denunciou uma oficina que supostamente seria ligada a Kadu relembre clicando AQUI 

 Crime de Peculato 

É um crime cometido pelo funcionário público contra a Administração Pública em geral. Configura tal conduta delituosa quando o funcionário apropria-se de dinheiro, valor ou qualquer outro bem móvel, público ou particular, de que tem a posse em razão da função, ou o desvia em proveito próprio ou alheio. Este crime funcional pode se dar de duas formas, como peculato furto, também chamado de peculato impróprio, previsto no § 1º do artigo 312 do Código Penal; ou como peculato culposo, previsto no § 2º desse mesmo dispositivo legal. A pena prevista para este crime é de reclusão, de 2 (dois) a 12 (doze) anos, e multa. Agora é esperar que a Prefeitura de Ilhéus tome as medidas administrativas cabíveis ao caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário